Enquanto montava sua operação de vendas na internet, é provável que tenha pensado na questão acima, pois ninguém quer investir dinheiro sem ter retorno do investimento. Por isso é importante saber quais as estratégias que irá adotar na hora de anunciar.

Abaixo, apresentaremos os pontos fracos e fortes de cada uma e quando utilizar cada uma.

Se você é um empreendedor digital, o assunto é de extrema importância para sua vida como tal. Saber em quais canais de marketing investir é fundamental para seu orçamento – é por isso que alguns acabam ficando pelo caminho.

Conforme pesquisas divulgadas pelo Google ao longo dos últimos anos, são feitas 40 mil pesquisas por segundo na plataforma, o que dá um total de 3,5 milhões por dia. O alcance é de 90% dos internautas pelo mundo. É a ferramenta de busca mais utilizada mundialmente, muito na frente dos seus concorrentes.

O Facebook, por sua vez, possui bilhões de usuários ativos no planeta, sendo 127 milhões deles no Brasil.

Apenas com essas informações você já conseguiria dizer qual das plataformas é mais efetiva na hora de trazer lucros para o seu negócio.

O Google Adwords tem uma grande vantagem sobre o Facebook Ads. Como os usuários necessitam pesquisar palavras-chave dos produtos para obter uma resposta, eles já são considerados leads qualificados, ou seja, já têm intenção de compra.

Por exemplo, ninguém pesquisa “camisa jeans preta” no Google quando na verdade quer um suplemento. Assim, o mecanismo de busca mostra para o usuário o resultado que se enquadra com o que ele almeja. Dessa forma, os anúncios que aparecem são de camisa jeans e não de outros produtos.

Se um usuário está visualizando um anúncio de um suplemento alimentar é porque ele acessou o Google e pesquisou por termos como “suplementos para adquirir massa” ou coisas do gênero.

Assim, a grande vantagem do Google Adwords sobre o Facebook Ads está no momento em que o anúncio aparece para o usuário. O Adwords impacta as pessoas quando estão no “momento de compra”, então a taxa de conversão é maior.

No Facebook, os usuários não são considerados leads qualificados desde o início. Em muitas redes sociais, inclusive esta, são espaços de descoberta, onde o usuário se dá conta de que precisa de um produto ou serviço. Por isso é tão importante a produção de conteúdos relevantes – chamar atenção e conseguir com que no futuro os leads sejam qualificados.

Quando comparado ao Google Adwords, uma das vantagens do Facebook Ads é a especificidade na segmentação. No primeiro você controla regiões geográficas e palavras-chave; no segundo, várias opções de nicho. Além disso, o Facebook ajuda você a descobrir características específicas da sua persona, como as páginas que você mais gosta.

Utilizando informações que os usuários disponibilizam e interagem, o algorítimo do Facebook consegue entender se seu anúncio funciona para ele ou não. Assim, o Facebook Ads é uma mina de ouro para quem consegue utilizar esses dados sem se perder no meio de tanta informação.

O Facebook também possui um recurso chamado “públicos lookalike” que, de forma rápida, pega informações dos seus clientes atuais e os clona. Ou seja, busca por perfis semelhantes àquele do Facebook.

No Adwords, quando um usuário vê seu anúncio ele precisa decidir no momento se quer ou não. É a famosa política do tudo ou nada, em que a possibilidade de venda é imediata.

No Facebook Ads, a sutileza na venda é maior. Nele a pessoa pode simplesmente curtir a sua página e seguir suas postagens até que decida comprar alguma coisa ou não.

Para tudo isso, existem dois gatilhos motivadores: desejo e necessidade.

A necessidade é, basicamente, aquilo que o usuário precisa, que não tem escolha, acaba gerando um sentimento de urgência. Como quando se abre a gaveta das meias no guarda-roupas e percebe que as meias estão velhas e furadas. Neste caso, comprar meias novas não é uma questão de desejo, mas de necessidade.

Já o desejo é mais complexo. Imagine um homem que entra numa loja de roupas e fica deslumbrado por um par de sapatos. Ele se imagina indo ao trabalho com o sapato todos os dias, mas lembra que tem mais dois pares novos em casa. Além disso, leva em conta o limite do cartão de crédito.

No final das contas, ambos, Google AdWords e Facebook Ads trabalham de forma diferente, mas complementares entre si para que o seu negócio digital decole. Escolher aqui qual deles é o melhor ou qual traz os melhores resultados é uma questão de gosto e pela dificuldade do entendimento, do uso de ambas plataformas.

 

shadow-ornament

Fique com a LucroDigital.Com.Br para mais dicas quentes sobre vendas online e marketing digital efetivo com Facebook e Google

Sucesso!

Ulisses Giorgi - LucroDigital.Com.Br


Quer saber mais sobre Vendas Online e Marketing Digital Efetivo? Fique atento nas palestras presenciais que estamos dando em diversas cidades do Brasil. Elas podem ser acessadas e você pode adquirir seu ingresso no menu superior desse website. São geralmente palestra de um dia inteiro onde unimos de 100 a 500 pessoas em um hotel luxoso na cidade e fazemos uma imersão de Facebook, Instagram, Google e Vendas Online.

Se você deseja uma consultoria para crescer seu e-commerce, preencha o formulário de análise de perfil. Em até 4 dias úteis respondemos se o seu perfil é compatível com nossa consultoria e demais informações.


Comentários

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published.