Já sabemos que o eCommerce foi um dos únicos setores que andou na contramão da crise em 2016, quando ao invés de encolher como praticamente todos os outros setores, cresceu 7,4% e faturou um total de 44,4 bilhões de reais.

Mas se o desempenho do eCommerce já foi pra lá de bom, vamos falar o quê então do eCommerce de Moda e Acessórios, que foi líder em volume de vendas. É a nata da nata…Dê uma olhada no gráfico abaixo que mostra oi desempenho do eCommerce no Brasil em 2017 (relatório WebShoppers da e-Bit):

Com o mercado tão bom e ainda com uma previsão de alta de 12% para 2017, muita gente pergunta quais são as dicas para se montar um eCommerce de Moda e Acessórios.

Para uma análise completa do mercado de eCommerce em 2017, veja nosso artigo “Raio-X do eCommerce no Brasil em 2017“.

1. Encontre o produto correto para seu eCommerce de moda

Antes de sair fazendo qualquer coisa relativa a sua loja online de moda, você tem que definir o produto com base na concorrência (procurar espaços onde a concorrência é menor) e no volume de compras mensais (quanto maior, melhor).

Não adianta escolher um produto que todo mundo quer mas que já esteja com tantas eCommerce vendendo aquele produto que você vai demorar para entrar no mercado. Também de nada adianta um produto que a concorrência é muito baixa mas ninguém quer o produto.

O segredo é achar o sweet spot (ponto ideal): alta procura e baixa concorrência. Ao menos procurar o melhor produto nesse meio no momento atual. Se fizer certinho, você já sai praticamente vendendo depois de abrir seu eCommerce de Moda.

No meu eBook “A Informação Que Faltava para Abrir seu eCommerce” falo do processo passo-a-passo (baixe o eBook gratuitamente aqui).

2. Quanto mais específico o nicho, melhor para sua loja online de Moda

Achou o produto depois de ler o eBook? Ótimo. Agora, você tem que definir o mix de produtos que oferecerá na loja. A partir do produto (ou dos produtos) que encontrou, defina o nicho no qual você vai trabalhar. Tente ir ao menos 4 níveis. Quanto mais específico você for, melhor. Por exemplo:

Moda ==> Roupas ==> Roupas de Festa ==> Roupas de Festas Infantis

 

Você deve estar se perguntando porque ser tão específico? A resposta é simples, mas é a maior causa da falência da maioria dos eCommerce.

Lembre-se que você não é uma empresa grande. Você não tem toneladas de dinheiro para estoque e para marketing digital. Com o pouco que você tem você precisa comprar um estoque com variedade suficiente para “encher” algumas páginas da loja (fazendo-a parecer grande se ainda não for) e para investir no marketing digital.

Com uma gama muito grande de produtos, fazer isso com pouco dinheiro é suicídio. Você não vai ter os produtos certos e o marketing de seus produtos não vai dar certo. Com um nicho muito bem definido, você vai ter um estoque compatível e até muitas vezes melhor que as lojas grandes naquela categoria, um marketing digital focado só para aquele tipo de cliente (seu Avatar) e um foco com fornecedores que lhe faz muitas vezes VIP, trazendo os preços para baixo.

Aliás, olhando acima, eu iria ainda um nível mais abaixo se fosse você e estivesse montando meu primeiro eCommerce sem um fôlego financeiro muito grande (o nicho escolhido aqui é só um exemplo):

Moda ==> Roupas ==> Roupas de Festa ==> Roupas de Festas Infantis ==> Roupas de Festas Infantis de Super-Heróis

 

3. Inbound Marketing deve ser prioridade no eCommerce de moda

Inboud Marketing é o marketing de conteúdo, onde ao invés de você encontrar o comprador, o comprador encontra a informação que ele estava procurando em seu blog ou site, vira seu cliente e depois compra seu produto.

Embora exista toda uma ciência que podemos cobrir em artigos futuros, o início do Inbound Marketing é simples: criar um blog com ao menos um post semanal que fale de assuntos que os clientes que compram os produtos da sua loja procuram. No exemplo que demos acima sobre o nicho de roupas de festas infantis, um blog com dicas de festas infantis (o que levar, o que vestir, etc) ia ser natural. O seu cliente encontraria você e sem nem perceber mais tarde estaria comprando da sua loja devido a um de seus posts que levam para sua loja.

 

4. Instagram é rei e Facebook é rainha em eCommerce de moda

Moda está relacionada com Instagram e Facebook muito mais do que Google Adwords. O motivo é claro: foto, imagem e mais foto. Você precisa focar nessas duas ferramentas para que seu eCommerce de Moda venda todos os dias. No Instagram, o pessoal costume ser bem engajado. Mais vale um do Instagram na mão do que dois no Facebook voando.

A forma mais fácil é iniciar com uma página própria no Facebook (tipo empresa) e uma página do Instagram e começar a gerenciar ambas através de:

  1. Campanhas no Facebook com postabens que também sejam exibidas na conta vinculada do Instagram (os tipos básicos de campanha no Facebook são compartilhados).
  2. Posts disparados através do hootsuite, que no plano livre permite gerenciar conta Facebook e Instagram juntos.

Unindo a dica 3 e 4, você consegue engajar suas cliente e direcioná-las naturalmente ao seu eCmmerce. Lembre que o importante aqui é não só postar promoções: você deve postar dicas de moda dos produtos que você usa, fazer votações dos looks mais bonitos, etc. Enfim, gere valor para o seu cliente que a compra virá naturalmente.

Abaixo você encontra 3 formas de usas as dicas 3 e 4 acima de forma efetiva que geram vendas em seu eCommerce de moda:

  1. Sugerir looks: ofereça combinações diferentes para seus produtos. Ninguém compra a bolsa porque ela é de couro ou bonitinha, mas sim porque ela vai tornar a dona mais bonita e feliz. Sugerindo looks, você mostra a sensação daquilo que está vendendo, que é realmente o que vende. Tem uma máxima do marketing que “ninguém compra a furadeira, mas sim o furo na parede”. Para moda isso nunca foi tão verdade.
  2. Loja online atraente: seu eCommerce precisa ser atraente e fácil de navegar, levando de preferência aos seus produtos em destaque.
  3. Crie a sensação do pacote: funciona não só pra Apple. Se quiser aumentar seu ticket-médio, a experiência do cliente em abrir o pacote deve ser uma sensação a parte. Sim, vai custar um certo preço. Um saco de TNT ou uma caixa de papelão fosca bonita vai lhe custar ao menos uns 4 reais por produto, mas vale a penas.

 

5. Escolha uma Plataforma que lhe permita focar no importante

Plataforma é um assunto polêmico. Alguns aconselham uma plataforma que já tenha diversas funcionalidades e que permita crescer nela. Eu discordo completamente dessa opinião. A não ser que você seja um geek ou nerd, você quer focar no crescimento do seu eCommerce de moda. Qualquer outra distração, vai lhe fazer perder MUITO tempo e energia que você não pode gastar quando não tem um fôlego financeiro grande.

Lembre-se que o início nunca é um mar de rosas. Você vai ter que aprender já bastante coisa inerentes ao novo negócio. Se você tiver que ficar metade do seu dia configurando a loja pra gerar as promoções e outras coisas na plataforma de eCommerce, a chance de você falhar aumenta. E a gente não quer isso. A gente quer maximizar ao máximo sua chance de sucesso.

O importante da plataforma é (1) aguentar picos de visita em datas como Natal e Black Friday e (2) ter configurações básicas como cupom de desconto, layout flexível, alteração em massa de preço de produtos por categoria, integração transparente com algum gateway de pagameento (como o PagSeguro ou o Moip) e relatórios diversos.

Embora esse assunto seja um livro em si, pois são muitos fatores a serem analisados, para simplificar vou colocar o resultado que veja ter mais sucesso com meus cliente que começam do zero sem um investimento muito grande (até 30 mil para iniciar toda a loja incluindo o estoque e infraestrutura):

  1. Nuvem Shop: para mim a melhor da categoria . Aguenta o tranco bem em datas comemorativas e estão sempre melhorando. Pecam um pouco no atendimento, que é só por e-mail, mas o atendimento funciona bem. No plano de R$ 49 mensais já tem toda a infraestrutura que você vai precisar para começar bem.
  2. Loja Integrada: outra excelente loja, mas tem uma cobrança onde os planos tem limite de produtos cadastrados. Então, se você pretende ter mais do que 100 produtos, terá que já ir para o plano de R$ 99 mensais. Como ter mais produtos não significa ter mais vendas e às vezes precisamos ter um mix maior em nosso estoque, ainda prefiro a Nuvem Shop.

É isso! Comece com o pé direito no mercado que mais cresce e tenha um negócio lucrativo que dê mais tempo para você e sua família.

shadow-ornament

Fique com a LucroDigital.Com.Br para mais dicas quentes sobre vendas online e marketing digital efetivo com Facebook e Google

Sucesso!

Ulisses Giorgi - LucroDigital.Com.Br


Quer saber mais sobre Vendas Online e Marketing Digital Efetivo? Fique atento nas palestras presenciais que estamos dando em diversas cidades do Brasil. Elas podem ser acessadas e você pode adquirir seu ingresso no menu superior desse website. São geralmente palestra de um dia inteiro onde unimos de 100 a 500 pessoas em um hotel luxoso na cidade e fazemos uma imersão de Facebook, Instagram, Google e Vendas Online.

Se você deseja uma consultoria para crescer seu e-commerce, preencha o formulário de análise de perfil. Em até 4 dias úteis respondemos se o seu perfil é compatível com nossa consultoria e demais informações.


Ulisses Giorgi da LucroDigital.Com.Br
Ulisses Giorgi da LucroDigital.Com.Br

Ulisses Giorgi é professor do curso de extensão em Marketing Digital na PUC/RS. Formado em Ciência da Computação pela UFRGS, tem mestrado em Sistemas Distribuídos e Reativos pela mesma instituição. Possui MBA Extension em Negociação e Liderança em Harvard.Cientista de Tráfego, através da Lucro Digital, vem ensinando empreendedores comuns como melhorar a venda de seus produtos e serviços na Internet utilizando Inteligência de Tráfego e liderando consultorias com diversos clientes.

Comentários

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published.