O Facebook é a maior rede social em número de usuários e também em potencial de negócios. E hoje nenhuma empresa pode abrir mão do enorme banco de dados que a plataforma dispõe.

Sendo assim, muitos negócios utilizam as ferramentas de anúncio do Facebook para gerar resultados e alcançar os objetivos desejados.

Porém a plataforma oferece diferentes recursos e tipos de anúncios indicados para cada objetivo. Essa variedade pode causar dúvidas e muitas pessoas não sabem qual tipo de campanha devem escolher na hora de criar um anúncio no Facebook.

Tipos de campanha no Facebook

Hoje o Facebook oferece diversos tipos de objetivos em suas campanhas de marketing, que são:

  • Reconhecimento da marca
  • Alcance
  • Tráfego
  • Envolvimento
  • Instalações do aplicativo
  • Visualizações do vídeo
  • Geração de cadastros
  • Mensagens
  • Conversões
  • Vendas do catálogo
  • Tráfego para o estabelecimento

É importante ter bem claro o objetivo do anúncio para escolher entre essas opções aquela que oferecerá os resultados desejados.

A campanha de Alcance, embora não comum, pode ser extremamente útil caso seja usado dentro de uma estratégia maior de vendas (nunca deve-se utilizá-la sozinha).

O que é campanha de alcance?

A campanha de alcance é indicada para divulgar algo para o maior número de pessoas possível. Quando esse objetivo é selecionado na criação da campanha, o Facebook exibe o anúncio para o máximo de pessoas possível que se enquadre nas características definidas na segmentação.

Um exemplo de uso desse tipo de campanha pode ser a divulgação de uma promoção em um restaurante ou lanchonete. Os anúncios podem ser mostrados para o máximo de pessoas que moram ou que frequentam a região em que o negócio está localizado.

A campanha de alcance também pode ser utilizada caso a empresa deseje desenvolver reconhecimento ou mudar a percepção da marca, e para isso o melhor é atingir o maior de pessoas possível.

Quais são os recursos disponíveis nas campanhas de alcance?

Esse tipo de anúncio pode ser criado em diferentes formatos como o de imagem, carrossel, vídeo ou apresentação multimídia, e ser veiculado no Facebook e no Instagram.

Além disso, é possível controlar a frequência das impressões, ou seja, você define o número de vezes que o anúncio será mostrado para uma mesma pessoa. Quanto menor a frequência, em teoria, maior o alcance.

Como avaliar se uma campanha de alcance deu resultados?

Esse tipo de campanha mensura o alcance, o custo por mil impressões e a frequência, sendo assim, essas devem ser as métricas a serem usadas.

Considere na sua análise se o público escolhido tem familiaridade com a sua marca ou com o produto ofertado. Quando as pessoas já conhecem a marca não é preciso aumentar a frequência dos anúncios. Verifique os resultados alcançados e compare com o número de pessoas existentes no público-alvo selecionado e com a porcentagem que você deseja atingir.

Mas lembre-se que a campanha de alcance é o MEIO, e nunca o fim, ou seja, a efetividade dela real, que deve ser o aumento em vendas, depende das outras campanhas rodando dentro da mesma estratégia, como por exemplo, tráfego para o estabelecimento ou mesmo vendas (conversão).

Por exemplo, imagine que você esteja fazendo uma campanha para um restaurante. Ora, ninguém sai correndo para o restaurante na hora que vê um anúncio de Sushi. Por isso mesmo, uma campanha de alcance é algo bem comum dentro da estratégia de marketing global de um restaurante. A pessoa – geralmente que mora perto do estabelecimento nesse caso – precisa ter ciência da marca para, quando vir um anúncio de venda (que é um anúncio mais caro), considerar ir comer naquele estabelecimento. E é aí que entra a campanha de alcance nesse exemplo – colocar a marca do restaurante conhecido para possíveis clientes e prepará-lo para a campanha de venda, exigindo menos ciclos de visualização e conversão.

Lembre-se: a campanha de alcance é praticamente uma panfletagem digital. Panfletagem sozinha não vende e quase todo mundo que pega um panfleto, joga-o no lixo. Ela irá funcionar se junto com o panfleto, houver campanhas com objetivo real de conversão e, obviamente, remarketing, pegando aqueles mais interessados no seu produto ou no ser serviço.

shadow-ornament
Quer saber mais sobre vendas online, negócios digitais e inteligência de tráfego? Inscreva-se em nossos mini-cursos gratuitos que ocorrem sempre ás terças-feiras 16:30! Você pode perguntar ao vivo.Se você deseja uma consultoria em vendas online, negócios digitais ou Inteligência de Tráfego, marque um horário gratuitamente para analisarmos seu negócio e ver onde e como podemos lhe ajudar.

Ulisses Giorgi da LucroDigital.Com.Br
Ulisses Giorgi da LucroDigital.Com.Br

Ulisses Giorgi é professor do curso de extensão em Marketing Digital na PUC/RS. Formado em Ciência da Computação pela UFRGS, tem mestrado em Sistemas Distribuídos e Reativos pela mesma instituição. Possui MBA Extension em Negociação e Liderança em Harvard.Cientista de Tráfego, através da Lucro Digital, vem ensinando empreendedores comuns como melhorar a venda de seus produtos e serviços na Internet utilizando Inteligência de Tráfego e liderando consultorias com diversos clientes.

Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published.